Directora:

Drª Maria Teresa Vilhena Mesquita

Fundador:

Rebelo Mesquita

História   A 1ª edição   Serviços   Contactos  

 


Breve História do Jornal de Famalicão

Fundado em 2 de Abril de 1949, por Rebelo Mesquita, Jornal de Famalicão é actualmente o jornal mais antigo do concelho de Famalicão.

Há seis décadas a informar os famalicenses, o JF – como carinhosamente é tratado em Famalicão!- pelas suas páginas já passaram grandes nomes como Fernando Barradas, Ercílio de Azevedo, Jerónimo de Castro, Militão Porto, Carlos Santarém, Ferreira de Castro, Guedes de Amorim, Amândio César, Manuel Boaventura, Jaime ferreira, entre muitos outros.

Aquando da sua criação, o panorama da imprensa famalicense era igualmente constituído por outros grandes títulos como o Notícias de Famalicão, fundado por Rebelo Mesquita, tendo o título sido mais tarde vendido a António Dias Costa e o Estrela da Manhã, sob a direcção e propriedade de José Casimiro. Todos grandes símbolos jornalísticos de uma época distante, ornada de grandes figuras hoje para sempre perdidas nas pardacentas teias do passado.

Ontem como hoje, o JF continua a extravasar os limites do concelho levando as notícias da vida famalicense além fronteiras para os emigrantes que, após o grande êxodo da década de sessenta em direcção a França, Alemanha, Brasil, Austrália, Nova Zelandia, Inglaterra, EUA, Venezuela, entre muitos outros países para ser lido em fugaz momentos onde a distância se encurta e, Famalicão com as suas ruas, aldeias e figuras renasce mais nítido e autêntico numa sala de estar de um qualquer país do Mundo.

Desde a sua fundação até à sua morte, 31 de Dezembro de 1978, Rebelo Mesquita, esse intrépido timoneiro, manteve-se ao leme da nau JF, tendo por diversas vezes sofrido perseguições pela isenção, frontalidade e intemerata honradez com que defendeu Famalicão e os Famalicenses. Após o seu desaparecimento a Direcção do JF foi assumida por Teresa Mesquita, filha do fundador, mantendo-se desde essa fatídica data até aos nossos dias à frente deste periódico seguindo a linha editorial, os preceitos éticos e morais defendidos por Rebelo Mesquita.

Há sessenta anos a informar Famalicão, JF faz hoje parte da identidade de Famalicão, presenteando todas as sextas-feiras os seus leitores com exclusivos locais, crónicas redigidas por reputadas personalidades, grandes entrevistas a eminentes individualidades da vida famalicense, entre outras secções culturais, porque no Jornal de Famalicão - ontem como hoje- a função de um periódico não se extingue no noticiário semanal, deve igualmente ser um motor de formação e educação de uma população sedenta de informação.

 
Número de visitantes